Background Image

News

 

Ligna 2017

 


 


Expocorma 2015 - Concepción, Chile

  

 

Ligna 2015

 


 

 Ligna 2013

 


 

2012-05

Arauco trains 20 employees in Advanced Drying of wood

Arauco again has relied in MAHILD in order to train 20 of their employees from different sawmills. Specifically, it was a course of ADVANCED DRYING. In total there were 4 days of classes and the course was attended by Heads of area supervisors, responsible for process improvement, related mechanical drying process. The course will consider advanced training involving different themes present in the drying process, such as: Application of Fourier and Heisler equations r for heating and cooling, drying time model by convective mass transfer, thermal power through psychrometric model, model of thermal energy.

 


 

2011-12

Arauco novamente segue com Mahild

Na serraria Arauco S.A., Planta Viñales, foram instalados 5 câmaras de secagem, 03 do tipo túnel com 3 zonas de controle totalmente independentes e 2 de carga frontal. Está sendo projetado um novo conceito de TINA, baixando consideravelmente a condensação e desperdício de líquidos, também se incluiu o sistema MULTI-HUM. Com isto a planta conta agora com 11 câmaras MAHILD e duas RECOS.

 

Florestal Tromen

A empresa Florestal Tromen, fábrica de Loncoche, está instalando 5 secadores MAHILD tipo túnel, implementado com sistema ECO-VENT.

 

CMPC instala 6 Secadores MAHILD

A Serraria Constitución, CMPC, instala 6 secadores acelerados de carga frontal alimentados com agua quente e providos do sistema ECO-VENT. Além disto serão os primeiros secadores com cobertura de cores no Chile.

 


 

2011-11

Arauco capacita 30 colaboradores em secagem de madeira.

Arauco, a maior companhia florestal chilena, elegeu a MAHILD para treinar 30 de seus funcionários provenientes de diferentes serrarias. Específicamente foi um curso de formação de operadores de secagem de alta tecnologia. No total foram 8 dias de aulas, e do curso participaram ajudantes, operadores, supervisores e chefes de área relacionados ao processo de secagem.

O curso considerou uma formação integral que incluiu diferentes temas presentes ao tema de secagem, como: conhecimento anatômico da madeira, física da madeira, termodinâmica e psicrometria, transferência de calor e umidade, boas práticas de empilhamento e formação de cargas, etapas dos programas de secagem, degradações e formas de diminuí-las, sistema de controle, noções de engenharia de secagem, secagem de eucaliptos e madeira tratada termicamente.

Os participantes ficaram altamente motivados e de imediato está se negociando um curso de secagem avançado a ser realizado pela MAHILD dentro de alguns meses.

 


 

2011-08

Descrição da câmara de secagem térmica piloto da IHD

A câmara térmica da IHD (fig.1) permite manufaturar madeira termicamente modificada (TMT) em uma escala de planta piloto sob condições definidas. A câmara do tipo MAHILD MH 2000 TMT é configurada para tratamento térmico sob pressão normal e temperaturas até 250°C. Para diferentes etapas do processo pode ser adicionado vapor. O tamanho de empilhamento é de até 1200mm de comprimento.; o volume útil é de cerca de 0,5m³. A seção transversal ótima é de 650x650mm², com um máximo de 900mm de largura e 800mm de altura. A câmara pode ser usada como secador convencional também, com válvulas de admissão e exaustão de ar controladas. Com uma tecnologia especial, patenteada na Alemanha em 2010, é possível tratar materiais planos, como painéis ou folheados com alta qualidade. Esta câmara é controlada por computador (fig.2) e SPS com software MM 4000. As etapas do processo e vários parâmetros podem ser programáveis livremente. Um procedimento típico é mostrado na fig. 3. Fatores de controle para modificações térmicas são a temperatura da câmara e da madeira, respectivamente, para a secagem da câmara é a temperatura e umidade do ar. A umidade relativa do ar é medida por psicrômetros, a umidade da madeira pelo método de resistência elétrica. A umidificação para o resfriamento é feito por sprays de água. Para um ciclo uniforme, o ventilador pode ser operado nos dois sentidos, controlado por um conversor de frequencia.

ihd Dresden

 


 

2011-03

Especialista internacional dará curso de secagem de madeira no Centro de Capacitação de Las Marias

CORRIENTES (29/3/2011).- A Florestal Las Marías e o Centro de Capacitação Laboral Permanente da Fundação Victoria Jean Navajas organizam um curso de “Secagem de Madeira” nos dias 18 e 19 de abril próximo, que será ministrado pelo engenheiroJosé Pezo da empresa Mahild Tecnologias de Secagem (Pertenecente à Mahild da Alemanha) de Concepción, Chile.

O curso será realizado no salão de eventos do Instituto Agrotécnico Víctor Navajas Centeno. As vagas são limitadas, portanto pede-se que os interessados confirmem sua presença antecipadamente. Horários: das 8:30 a 12:00hs e de 13.30 a 17:00 hs Custo: $350 (inclui Almoço, refrigerante e material didático. Temas:

  • Conceitos básicos de secagem
  • Boas e más práticas na formação da carga e empilhamento
  • Bypass e formas de diminuí-lo
  • Variáveis Psicrométricas da secagem
  • Migração da água da madeira, relação com os variadores de velocidade
  • Etapas e variáveis de um programa de secagem, como tirar proveito de cada etapa?
  • Guia para fazer programas de secagem convencional e acelerada
  • Uso de spray de alta pressão
  • Secagem de Eucaliptos, experiencia do Uruguay
  • Degradações (deformações, trincas, manchas) e formas de diminuí-las
  • Energia térmica para secar, e como otimizar?
  • Formas de recuperar energia térmica
  • Cogeração e secagem
  • Madeira tratada termicamente
  • Sistema de controle e inovações

 


 

2011-02

James Jones investe em secadores Mahild

James Jones & Sons Ltd está investindo em mais 6 secadores da Mahild, numa ação que irá aumentar a capacidade anual de secagem da planta de Steven´s Croft em Lockerbie para 160.000m³. Esta última aquisição levará o número total de câmaras do grupo para 16 unidades. As novas unidades devem entrar em operação em outubro, e refletem os crescentes volumes sendo processados pela nova linha de serras da serraria Lockerbie 3. As câmaras existentes na planta tem um sistema de recuperação de calor, e reduziram o consumo de energia com sucesso. O complexo de câmaras de secagem está sendo aquecido com água quente proveniente da planta de energia de biomassa da EON nas vizinhanças, e é levado até lá por uma linha de tubos instalada em 2010. A James Jones diz que o sistema salva estimadas 9.000 toneladas de emissão de carbono anualmente.

 


 

2010-11

Lignum 2010: TMT (Madeira Modificada Termicamente, na sigla em inglês)

“Pouco a pouco, a TMT tem se tornado uma alternativa ecológica para as madeiras tratadas com conservantes, e submetidas a tratamentos químicos tradicionais pouco amigáveis ao meio ambiente”. José Pezo, diretor executivo da Mahild Chile (LIGNUM, novembro).

“É um material único, já que é completamente renovável, neutro em CO2, tem um bom desempenho térmico e requer relativamente pouca energia para sua produção quando comparado com outros materiais de construção.” Aldo Rolleri, diretor do Instituto de Tecnologia de Produtos Florestais da Faculdade de Ciencias Florestais e Recursos Naturais da Universidade Austral do Chile (LIGNUM, novembro).

 


 

2009-07

Mahild reduz energia de secagem

O principal foco para o especialista em secagens Mahild foram seus ultimos desenvolvimentos para reduzir a energia usada na secagem de Madeira. A mais nova tecnologia apresentada é a última geração de seu sistema ECO-VENT, o ECO-VENT III. Este sistema usa o ar de exaustão da câmara para aquecer o ar de entrada, e também capturar o calor irradiado das paredes e do teto da câmara, “reduzindo a transmissão de calor a quase zero”. O calor de painéis de motores elétricos, drives de frequencia e tubulações também é recuperado. “O sistema atual economiza de 25 a 30% da energia térmica usada para secar madeira no método tradicional.,” diz Lance Vinnell da Mahild. “Para uma câmara de capacidade de 200m³, significa uma redução de CO2 de 650 toneladas por ano, o que equivale a emissões de 130 lares.” Ele comentou isso como parte de sua iniciativa “seque verde”. A Mahild também desenvolveu novos sistemas de controle de manejamento de energia. Entre os clientes da Mahild no Reino Unido estão a Howie Forest Products e a James Jones & Son, sendo que esta última instalou seus secadores na nova planta de Lockerbie.

 


 

2008-10

Nova câmara de 100.000m³ – entrega em outubro de 2008

A Red Stag Timber investiu em mais uma câmara de alta temperatura da Mahild. A nova câmara tem capacidade de 100.000m³ por ano. A Red Stag assegurou o conhecimento da instalação da Mahild em 2006, implementando esta instalação. Nós requisitamos o “guru” da Mahild, Dirk Daniels, para gerenciar esta instalação. Agentes locais, da Lyle Engineering, foram os instaladores contratados. As etapas do projeto estão correndo conforme o planejado, apesar da piora do clima que temos observado. A data de entrega está marcada para metade de outubro de 2008.